Inicial Executivo Legislativo Judiciário Lojas Contato
 
NOTÍCIAS DO GOEG
 

O Grão Mestre Barbosa Nunes continua escrevendo todos os sábados para o Jornal Diário da Manhã. Neste último, edição de 26 de março de 2011, produziu uma síntese histórica da FAMA - Fraternidade e Assistência a Menores Aprendizes, que reproduzimos na íntegra a seguir.
 

FAMA - FRATERNIDADE E ASSISTÊNCIA
A MENORES APRENDIZES

FAMA - FRATERNIDADE E ASSISTÊNCIA A MENORES APRENDIZES

A instituição FAMA – Fraternidade e Assistência a Menores Aprendizes - fundada em 1949, desenvolve, ha mais de seis décadas, relevante papel, oferecendo a crianças e adolescentes em risco social, programas com o objetivo de prevenir e amparar por meio do desenvolvimento de potencialidades e aquisições do fortalecimento de vínculos familiares e comunitários.

Surgiu como Fundação Abrigo de Menores Abandonados, passando em 1969 para a denominação de Fundação de Assistência a Menores Aprendizes, para em 1996 se definir pelo título atual.

A Fama oferece neste ano de 2011, oficinas nas áreas de artesanato, dança, canto, coral, banda, esporte, informática, psicologia, orientação pedagógica, social, nutricional, atendimento odontológico e médico, para 260 participantes, atividades que incentivam e criam uma nova concepção de cidadania.

No ano de 2008, a Fama foi a única em Goiás a ganhar o projeto Criança Esperança, podendo atender através das atividades esportivas e de informática, mais de 593 crianças e adolescentes, que, somados aos do Colégio Gonçalves Ledo, atinge 1300 assistidos. Com os recursos desta parceria, montou um laboratório de informática, disponibilizando mais 14 máquinas para os educandos. Sua biblioteca foi informatizada proporcionando condições para pesquisas, resultado do apoio do Instituto HSBC. O projeto Caminhando para o Futuro, em parceria com o Instituto Walmart, qualifica e encaminha jovens ao mercado de trabalho, oferecendo curso de assistente administrativo, validado junto ao Ministério do Trabalho e Emprego. 4 turmas já concluíram o curso, com grande número inserido no mercado produtivo.

O acesso e a acolhida na Fama é realizado por processo seletivo no mês de julho de cada ano. Na sequência são realizadas entrevistas. Por último visita domiciliar para verificar a realidade sócio econômica do menor, dentro dos critérios estabelecidos pela instituição. Sem exceção, as vagas são destinadas a crianças e adolescentes em risco social.

A Fama mantém uma gráfica sem fins lucrativos, reconhecida pelo CNAS, com todos os recursos arrecadados revertidos ao programa social. O Cemitério Jardim das Palmeiras, integrante da estrutura da Fama é responsável por serviços funerários a pessoas economicamente vulneráveis.

A Fama preparou profissionalmente, durante este tempo, milhares e milhares de jovens, inclusive em certo período em regime de internato. Hoje são chefes de famílias, com vida estruturada, como vários funcionários da instituição que foram alunos internos.

É interessante registrar a inexistência de bairro em Goiânia, oficialmente, com nome de Fama. Mas a instituição com seu prestígio junto à comunidade é referência, ao ponto da região ser identificada como Setor Fama.

A Loja Liberdade e União, que hoje tem como Venerável Luis Carlos de Castro Coelho, é a entidade mantenedora, sendo todos os maçons daquela Loja, associados da FAMA. A área onde se localiza a Fama, foi doada pelo Poder Publico Estadual através da Lei 373, de 2 de dezembro de 1949. Conforme registro no Cartório do 1° Ofício João Teixeira, ali compareceu o primeiro presidente João de Paula Teixeira Filho, cujo mandato se estendeu até 1957, recebendo a doação nas presenças dos senhores Genésio de Souza Reis e João de Brito Teixeira, respectivamente Diretor de Divisão de Terras e Procurador Fiscal da Fazenda do Poder Publico Estadual da época.

Após João de Paula Teixeira Filho, exerceram a presidência os seguintes maçons da Loja Liberdade e União: Luiz Ângelo Milazzo 1958-1960; Francisco Durval Veiga 1961-1963; Carlos Vieira da Silva 1964-1966; Célio Ferreira Gomes 1967-1968; Jair Assis Ribeiro 1969- 1971; Getúlio Varanda 1971-1989, Antenor de A. Nogueira 1989-1991; Waldir Araujo da Silva 1992-1997; Gesmar José Vieira 1997-1999; Americano do Brasil Freitas 1999-2003; Manoel da Costa Lima 2003-2007 e Americano do Brasil Freitas atualmente em segundo mandato.


Comemoração dos 60 anos da FAMA em 25/04/2009

Mesmo longa a sua relação, considero de importância histórica registrar aqueles cidadãos maçons que tiveram a visão de numa longínqua área distante do centro de Goiânia, plantarem uma semente que rendeu e rende tantos benefícios sociais, reconhecida hoje nacionalmente, como referência da maçonaria goiana e pela comunidade goianiense avaliada como marco histórico social e educacional da capital.

Foram seus fundadores no ano de 1949, João de Paula Teixeira Filho, José Mota dos Reis Pessoa, Antônio Ferreira Pacheco, João Nicolau, José Amaral Correa, Armogaste José da Silveira, Divino José de Oliveira, João de Macêdo Menezes, Gumercindo Ignácio Ferreira, Bernardino Gonçalves Cordeiro, Eliaquim Vieira da Paixão, João Batista de Castro, Venerando de Freitas Borges, José Alves de Siqueira, Antônio Jorge Azzi, Vivaldo Borges de Campos, José Antônio da Silveira, Abel Aires da Silva, Ilídio Martins Pereira, Aniceto José da Silveira, Absalão Gomes de Brito, Luiz Leite de Morais, Edmundo Pinheiro de Abreu, Crisolito Cecílio Nunes, Wilson Xavier Camargo, José A. Tobias, Vicente Jácome, João Baptista Mendes, Getúlio Varanda, Aristides Alves Pereira, Santino Lira Pedrosa, Orsini Olyntho de Almeida, Gervalino José de Almeida, Ney Aires da Silva, Antônio Cattini, Norberto B. A. Piragibe, Antônio José da Silveira Júnior, Laudemiro Alves Ferreira, Anicésio Nascente, Francisco Nascente, Major Getúlino Artiaga, Lafaiete Teixeira, Josias Silva, Nazareno Ferrandini, Antônio Gianotti, Aristides Cavarzan, João Pierobon, Anor Alves de Paula, Américo Antunes, Manoel Marçal, Lindo Xavier de Freitas, Augusto Claudino da Silva, Coriolano Martins da Silva, Benedito Alves Pereira, Otoni Torres Verano, Elias de Araujo Rocha, Josias Jacinto da Cruz e Antônio Lauro Cruz.

 

Notícias
Maçonaria - Grande Oriente - GOB - GOEG - Maçom - Aprendiz - Grão Mestre - Blog
Abel Tolentino - Secretário Estadual de Comunicação e Informática